Ocupação na FUNARTE continua.

Ocupação na FUNARTE continua.

Os trabalhadores da cultura fizeram atos para ter dialogo com o MINC desde a década de 90, e pouca coisa mudou. Neste ano andou para trás com o corte da verba que já era pouca.

Na assembleia realizada na manhã de quarta-feira, 27 de julho, terceiro dia de ocupação, os trabalhadores da cultura decidiram manter a mobilização pelo menos até à próxima segunda-feira, quando voltarão a analisar a questão.

A ocupação esta se constituindo em um espaço democrático de debate sobre a cultura, se comparada aos processos burocraticos dos governos, fica visivel que quem está mais próximo de nosso passado não muito distante.

Não é uma questão de alvo, a ocupação está sendo feita na “casa” da cultura, se os representantes do governo lutam realmente pela cultura não mercantil, é hora deles pressionarem o congresso.

Leia abaixo a íntegra da carta do presidente da FUNARTE.

“A luta por mais verbas para a cultura é de extrema importância. Deve ser uma luta de todos os artistas, produtores, técnicos, gestores, enfim, de toda a sociedade brasileira. Ao longo da minha vida, seja como artista, seja como homem público, sempre empunhei esta bandeira. Da mesma forma, mantive postura inflexível na defesa da liberdade, da democracia e dos movimentos populares.

É com tal espírito que a manifestação convocada por segmentos artísticos de São Paulo foi encarada por mim e pela Ministra Ana de Hollanda: os portões da Funarte foram mantidos abertos, a força policial não foi convocada e, desde o primeiro momento, nos declaramos dispostos ao diálogo.

Os principais pontos expressos no manifesto, como as PEC’s 150 e 236 e o Prêmio Teatro Brasileiro encontram-se em discussão no Congresso Nacional. É importante que o debate extrapole os limites dos artistas e fazedores de cultura e chegue aos mais amplos setores da sociedade. Protestos legítimos auxiliam neste processo.

Entretanto, quero ressaltar algumas atitudes que não parecem coadunar com o espírito da luta comum dos artistas brasileiros. Cerrar os portões da Funarte –com correntes e cadeados– ofende nossa história de luta pela liberdade. Impedir o acesso de servidores públicos –ou expulsá-los sob ameaça das dependências da Funarte– relembra momentos terríveis de nosso passado não muito distante. Impedir que artistas, escolhidos por processos públicos para ocupar as salas da Funarte, exerçam a sua profissão não é aceitável sob nenhum aspecto. Impedir o andamento de Editais que estão sendo julgados e que favorecerão a própria classe artística é atirar contra o próprio pé. São fatos que, ao invés de atrair simpatizantes para a causa da cultura, dividem e isolam os movimentos.

Reitero a ampla disposição para o diálogo com os movimentos populares, conforme orientação da Presidenta Dilma, da Ministra Ana de Hollanda, e de acordo com a minha própria história de vida. É o único caminho possível para que a Cultura Brasileira seja finalmente colocada no patamar que merece.

Antonio Grassi
Ator e Presidente da Funarte”

FUNARTE tomada e Iná: http://www.youtube.com/user/Cinescadaojdperi#p/u/5/UstJEg1-7vg

Leia o manifesto: http://www.culturaja.com

Hoje o grande fórum aberto sobre politicas públicas para a cultura, com Luiz Carlos Moreira – do Engenho Taatral.

Apóie – compareça – divulgue! FUNARTE:  Alameda Nothmann, Nº 1058 Campos Elíseos – São Paulo CEP 01216-001

1 Comentário

Filed under Uncategorized

One response to “Ocupação na FUNARTE continua.

  1. negrojóia

    Um dos pretextos para a ocupação é colocarem-se contra a Lei Rouanet, que permite captar dinheiro para a cultura via isenção fiscal. Uma vez que já existem as duas formas de captação – direta, via editais do MinC e das secretarias – e indireta, via incentivos – qual a lógica? Uso político das demandas de uma classe? Mais um?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s