Jogo de Cena – Por Jean-Claude Bernardet

No  livro O ESPAÇO BIOGRÁFICO, Leonor Arfuch lembra que o movimento da “entrevista”, que aparece na imprensa na segunda metade do século XIX, é o inverso do movimento autobiográfico. Este parte  do privado, ou mesmo do íntimo, em direção ao público. A entrevista parte do público:  o jornalista  procura o privado em busca da informação. Depois o jornalista publica a palavra recolhida  ( e retrabalhada).

O cinema de entrevista segue basicamente esse modelo, quer se trate da palavra autorizada do especialista, quer da palavra testemunhal ou autobiográfica.

Em várias obras de Coutinho, este movimento é representado concretamente pelo cineasta e sua equipe que vemos se deslocar em direção ao entrevistado/a, como em CABRA MARCADO PARA MORRER e outros filmes. O entrevistador procura o entrevistado.

Esse movimento é modificado por JOGO DE CENA: as entrevistadas dirigem-se ao espaço do entrevistador. Evidente: a ida das pessoas que falarão resulta de um contrato prévio. Houve uma seleção e só as selecionadas alcançam o espaço da fala. Resta que o movimento representado visualmente é inverso ao de filmes anteriores (isso já foi muito comentado).

A seleção em JOGO segue um movimento diferente.

Em EDIFÍCIO MASTER o  prédio oferecia um universo delimitado de entrevistados potenciais dentro do qual, em várias etapas, se operou uma seleção. Tudo indica que essa seleção foi feita pessoalmente: alguém da equipe propõe a um morador/a ser entrevistado/a para o filme. A pessoa contatada recebe a proposta e fica livre de aceitar ou recusar, é um “não” ou um “sim”, sendo que esse “sim” pode ser negociado (restrições temáticas, duração, dia, hora etc.). Negociação que ocorrerá entre o “convidado/a” e o emissário da equipe.

Em JOGO o movimento cineasta / entrevistada potencial existe. Mas, primeira diferença essencial, ele não é pessoal e se volta para um universo praticamente irrestrito. Se acreditarmos no filme, o movimento consiste na publicação de um anúncio num jornal: “Convite / Se você é mulher com mais de 18 anos, moradora do Rio de Janeiro, tem histórias para contar e quer participar de um teste para um filme documentário, procure-nos. Ligue a partir de 17 de abril das 10 às 18h, para … / Vagas limitadas”.

A primeira etapa é dirigida a um universo anônimo. A partir daí, o que pode acontecer? Por parte da equipe, nada. Só esperar telefonemas. Do outro lado será necessário que pessoas resolvam telefonar, ou seja sair do anonimato. Nesse telefonema vejo uma das grandes contribuições propostas do filme. O que muda?

A leitora do anúncio (quase uma licitação), desconhecida de quem o publicou, somente se individualiza quando ELA toma a decisão de responder. O dispositivo requer uma tomada de decisão incomparavelmente mais determinada e voluntária do que responder “sim” a quem convida pessoal e verbalmente para dar uma entrevista . É necessário se identificar, ter vontade de tornar públicas as “histórias” e, ainda mais, correr o risco, após a individualização, de ser rejeitada no“teste”.

O nível de iniciativa requerida por esse dispositivo me faz pensar que JOGO DE CENA se abre para o “espaço autobiográfico”. O espaço autobiográfico se manifesta em EDIFÍCIO MASTER, onde pessoas contam histórias de vida. Mas o nível de decisão pessoal exigido por JOGO é tão maior que se atravessa uma fronteira e se atinge o espaço em que o sujeito toma a iniciativa de tornar pública sua história de vida. É necessário que o “desejo autobiográfico” se manifeste mais intensamente sem contato direto com o proponente. A diferença não está nas histórias contadas ou na forma do relato, nem no fato de contar sua vida, mas na intensidade e na forma da decisão a ser tomada para entrar no processo proposto.

Observação IMPORTANTE: esses comentários são feitos exclusivamente no quadro do CINEMA DE ENTREVISTA PRATICADO NO Brasil e não leva em consideração as múltiplas formas de manifestação do espaço e do desejo autobiográfico  na televisão e da internet.

Outra observação: eu fiz a experiência de responder a um anúncio parecido ao de JOGO para o espetáculo teatral NÃOTEMNEMNOME

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s